Instituto Missionário dos Filhos e Filhas da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo e das Dores de Maria Santíssima

 

29 de junho de 2018

Solenidade de São Pedro e São Paulo, Apóstolos

 

 

Apresentação

 

 

Prezado leitor, seja forte e determinado, faça a sua parte e implore a Deus o auxílio necessário para suportar e vencer as grandes dificuldades de cada dia. Leia atentamente esses pensamentos escritos pelo Pe. Divino Antônio Lopes FP(C), e revigore seu ânimo para essa difícil luta.

 

Filhos e Filhas da Paixão de Nosso Senhor

Jesus Cristo e das Dores de Maria Santíssima

 

 
01  

Quem se “lança” nos braços de Nossa Senhora não cairá nas chamas do inferno. Ela o acolhe com amor maternal e o protege de todos os inimigos.

 

02  

A Virgem Maria é Mãe de Deus e nossa. Ela não despreza um filho que lhe entrega o coração com fé e confiança: “Ela é minha Mãe, que posso dizer mais?” (Santo Estanislau Kostka).

 

03  

Feliz da pessoa que se aproxima da Virgem Maria com amor, confiança e devoção… ela é a nossa verdadeira Mãe… Jesus nasceu verdadeiramente dela. Por que tanto receio, dúvida e demora?

 

04  

Nossa Senhora é Mãe de Jesus Cristo… é Mãe da Igreja. Ela é Mãe do corpo natural do Senhor e Mãe do seu Corpo Místico. A Virgem não deu à luz um monstro.

 

05  

Aquele que ama verdadeiramente a Virgem Maria não “foge” dos seus braços, mas vive unido a ela na bonança e nas provações.

 

06  

Seja luz… astro luminoso e “refletor”… e guarde silêncio, grande silêncio… profundo silêncio… deixe a claridade do seu bom exemplo “falar” por você.

 

07

 

Aquele que deixa de caminhar para Deus para responder provocações… cairá no “abismo” da inquietação.

 

08

 

O silêncio e a indiferença são os melhores escudos contra a “flecha” da provocação.

 

09  

Não há prêmio sem provação… santidade e salvação sem luta e perseverança.

 

10  

Aquele que faz o mal para conseguir o bem não pode agradar a Deus.

 

11  

Nem Jesus Cristo, nem sua Santíssima Mãe aceitam um coração dividido com as criaturas… a metade do coração.

 

12  

Aquele que adia a conversão corre grande risco de ser “visitado” pela morte em estado de pecado mortal, e de se perder eternamente caindo nas chamas do inferno.

 

13  

Aquele que se entrega pela metade à Santíssima Virgem, não a alma verdadeiramente.

 

14  

Não existem progresso nem frutos num trabalho missionário sem a ajuda e a proteção da Virgem Maria.

 

15  

O trabalho missionário sem o “fogo” do Coração de Nossa Senhora torna-se frio e infrutífero.

 

16  

Feliz daquele que luta contra o demônio permanecendo sob a proteção de Maria Santíssima… a vitória será certa.

 

17  

O verdadeiro missionário leva Jesus Cristo às almas, e as almas a Jesus Cristo… somente assim é possível agradar ao Salvador… do contrário, é grande perda de tempo… é trabalhar em vão.

 

18  

É grande sabedoria entregar-se sem reserva a Nossa Senhora… quem confia em Maria não treme diante dos obstáculos que surgem pelo caminho, mas enfrenta-os com os olhos fixos na Mãe forte e vencedora.

 

19  

Quem confia em Maria Santíssima, Mãe da Luz Eterna, não treme diante da “escuridão” das provações; mas caminha com coragem, ousadia e segurança.

 

20  

Por que desprezar a Virgem Maria? Só os ignorantes e rebeldes fazem isso. Em Maria Santíssima tudo é santidade… pureza… amor.

 

21  

A devoção mariana não afasta as almas de Jesus Cristo; pelo contrário, une as almas a Ele.

 

22  

Aquele que confia em Nossa Senhora e se esforça para imitar as suas virtudes, já está na “soleira” da porta do céu.

 

23  

Os mundanos zombam e desprezam a vida interior… de união com Deus. A “riqueza” deles está no exterior… no que passa.  Triste mendicância!

 

24  

Os mundanos zombam e desprezam a vida interior… de união com Deus. A “riqueza” deles está no exterior… no que passa.  Triste mendicância!

 

25  

A vida cristã é uma “árvore” frondosa… e a sua raiz é a fé… fé profunda… firme! Sem a fé essa “árvore” não pode dar bons frutos!

 

26  

O pecado mortal afasta a alma imortal do Eterno… a separação não é pela metade; mas sim, radical… a união é destruída… o pecador “cambaleia” nas “margens” do inferno… lago de fogo.

 

27  

Aquele que morre em pecado mortal irá para o inferno… Deus Pai não reconhece nele a imagem do Salvador.

 

28  

A verdadeira luz do mundo, Jesus Cristo, veio por meio de Maria Santíssima… ela é o caminho seguro do qual se serviu o Salvador para vir a nós… e é por esse mesmo caminho que devemos servir para ir a Ele.

 

 

29  

A Virgem Maria é o caminho seguro que conduz a Jesus Cristo… aquele que percorrer esse caminho com fidelidade e docilidade não “encapotará”… não “derrapará”.

 

30  

Aquele que confiar plenamente em Maria Santíssima e se deixar levar pelas suas mãos, realizará maravilhas no trabalho apostolar.

 

31  

Nossa Senhora nos ensina a olhar para Deus quando o caminho torna-se enegrecido pelo demônio, fera nefasta.

 

32  

Quem se contenta com o possível, acaba se “escorregando” para o necessário… e, por fim, “mergulha” na mediocridade.

 

33  

 A bebida alcoólica é a “urina” do demônio.

 

34  

A revista pornográfica é a “cartilha” de Satanás.

 

35  

O cigarro é a “chupeta” do capeta.

 

36

 

A roupa imoral é uma “tarrafa” que “pesca” os homens curiosos para o inferno.

 
37  

A mulher que usa roupa imoral é esposa de Satanás.

 

38

 

A boca que diz palavrões assemelha-se ao túmulo rachado… sai dela somente mau cheiro.

 
39  

A sogra fofoqueira, intrometida e palpiteira, é uma “urtiga” na vida do casal.

 

40  

O casal que não reza vive com as costas voltadas para Deus, e com o coração “inclinado” para o demônio.

 

41  

O católico não praticante vive em pecado mortal e irá para o inferno após a morte.

 

42  

A mulher pirracenta é o “demônio” de saia.

 

43  

Devemos florir onde Deus nos plantou… mesmo sobre as pedras.

 

44  

Existem muitos “mortos” festejando a ressurreição de Jesus Cristo. Grande vazio!

 

45  

A Igreja Católica é a Igreja do Deus vivo; mas existem milhões de “defuntos” dentro dela… muito mau cheiro!

 

46  

O céu não é a casa da “mãe Joana” ou boteco onde entram cachorros, bêbados, porcos e viciados… ele é o “palácio” do Deus Altíssimo… somente os santos entrarão nele e não adianta “inventar” salvação fácil (1 Pd 4, 18).

 

47  

Morrer de amor por Jesus é morrer suavemente.

 

48  

Basta uma masturbação para abrir as portas do inferno.

 

49  

Devemos possuir uma cabeça de “gelo” diante do “fogo” das perseguições.

 

50  

Hoje, infelizmente, estão fabricando uma “espingarda” de dois canos para tentar “fechar” a “boca” da verdade. Um cano chama-se “não julgar”… o outro “preconceito”… e assim, as trevas vão “engolindo” a luz. Que “saudade” do fogo de Sodoma e Gomorra!

 

51  

É muito difícil a convivência com uma pessoa que decidiu ser “capeta”.

 

52  

É grande sabedoria e imenso lucro apaixonar-se por Deus.

 

53  

A mãe que não corrige o filho e que apoia os seus crimes, é satélite do demônio.

 

54  

Devemos ser “gulosos” na prática do bem… é preciso fazer o bem para os amigos e inimigos… para os gratos e ingratos… fervorosos e frios… cada bem realizado é um “tijolo” que colocamos na “mansão” do céu… sejamos bons “pedreiros”.

 

55  

Deus merece todo o nosso amor… o nosso coração… nossa inteligência, força, suor… devemos amá-lo até “doer”. Ele é um bom “patrão” e nos recompensará aqui nessa vida e na outra.

 

56  

Basta um olhar impuro consentido para manchar a alma com o pecado mortal.

 

57  

O católico que não estuda a santa doutrina por preguiça, comete pecado e merece uma “medalha” de feno.

 

58  

A melhor arma para vencer uma pessoa que decidiu ser “capeta”, é a arma do silêncio.

 

59  

O casamento que não possui Deus como alicerce é um pequeno “inferno”… lar, azedo lar.

 

60  

Infeliz do homem que deixa de ser o cabeça da família para ser “cachorro”… isso nunca vai dar certo… com certeza a esposa vai procurar um homem.

 

61  

O casal briguento transforma o lar num ringue e os filhos em tristes espectadores.

 

62  

Quando a mentira entra na vida do casal não há mais vida a dois; mas sim, vida a três… o demônio está por perto.

 

63  

O casal que não dialoga… se esfola.

 

64  

O ciúme é irmão gêmeo da desconfiança.

 

65  

O católico que não estuda catequese por comodismo, preguiça e relaxamento… torna-se “objeto” nas mãos dos hereges.

 

66  

O católico que não estuda a doutrina católica é um ídolo de tristeza: tem boca e não sabe falar… tem olhos e não enxerga… tem pés e não caminha… tem ouvidos e não ouve (Sl 115, 4-6).

 

67  

O católico que ignora a santa doutrina está aberto para os “ventos” gélidos das heresias.

 

68  

O católico que não conhece a doutrina católica caminha com total insegurança.

 

69  

Ninguém ter certeza absoluta da salvação da alma… nem o Papa, sucessor de São Pedro… somente certeza moral. Ninguém sabe se está com a graça santificante na alma!

 

70  

Deus é amor… Ele ama também as almas que estão no inferno… nem por isso temos a salvação garantida.

 

71  

Como é triste ver milhões de católicos batizados e crismados vivendo abaixo da mediocridade… não buscam nem o necessário… não vou nem citar  o possível e o impossível. Pobres defuntos repugnantes!

 

72  

Quem não vive Maria não pode falar sobre ela… e se falar, as palavras não atingirão os corações.

 

73  

Aquele que ama Nossa Senhora com sinceridade… apaixona-se verdadeiramente por Jesus Cristo.

 

74  

Jesus Cristo morou trinta anos com a Virgem Maria e nunca reclamou dela… nem faltou-lhe ao respeito. Por que será que os protestantes são tão azedos, amargos e ardidos para com a Mãe de Jesus? Será que são melhores que Nosso Senhor?

 

75  

Jesus Cristo viveu trinta anos sob a proteção de Maria… o Criador inclinava a cabeça diante da criatura, em Nazaré. Ele nos ensina que é grande sabedoria passar a vida em união com a sua Santa Mãe.

 

76  

Em Nazaré, Jesus Menino… adolescente… jovem… chamava por Maria e era atendido com amor, carinho, atenção e respeito. Por que será que as serpentes venenosas e rebeldes desprezam com azedume uma mãe tão doce e atenciosa?

 

77  

É muito perigoso ser amado por Deus e voltar as costas para o seu amor! Consequências desastrosas!

 

78  

Nossa Senhora é rainha… rainha do céu… da terra… dos corações… e também rainha do inferno e dos demônios.

 

79  

A mãe que compra roupa imoral para a filha é discípula de Satanás.

 

80  

Mãe verdadeira é aquela que cuida do corpo e da alma do filho… gera o corpo e “guarda” a alma.

 

81  

A mulher que cuida com zelo e amor dos filhos deve ser chamada de “mãe” e “mamãe”… “mãe” que cuida da alma… e “mamãe” que cuida do corpo.

 

82  

Milhares de sacerdotes são “cachorrinhos” dos paroquianos: dão a “patinha”, abanam o “rabinho” e “latem” com suavidade. Pobres “cachorrinhos” omissos e covardes!

 

83  

Uma criança que não foi “aquecida” pelo amor do coração da mãe, cresce fria, indiferente e revoltada.

 

84  

Como é triste ver uma mãe “distribuir” os seus filhinhos como se fossem abobrinhas murchas do final de feira. Grande desprezo!

 

85  

Milhares de mães deveriam frequentar uma “Escola” chamada “pasto”… para aprenderem das “mestras” vacas a cuidar com carinho dos seus filhos.

 

86  

Existe pai de família que é a “criança” mais difícil da casa… cria dificuldades em tudo… deixa esposa e filhos desorientados com o seu péssimo comportamento.

 

87  

O sacerdote que esconde a verdade dos fiéis, “engorda” almas para o inferno.

 

88  

O sacerdote que promove barulho é amigo do demônio.

 

89  

O sacerdote que profana as festas de Jesus Cristo, da Virgem Maria e dos Santos, com bebida alcoólica, bailes, barulho… para conseguir dinheiro… segue fielmente os passos de Judas Iscariotes: “… salário da iniquidade” (At 1, 18). Maldito dinheiro!

 

90  

Muitos católicos dizem com a boca escancarada: temos muita fé! Grande coisa! O demônio também tem fé e arde no inferno (Tg 2, 19). Para entrar no céu não basta a fé… é preciso “descruzar” os braços.

 

91  

Milhares de sacerdotes já abandonaram a Jesus Cristo e continuam dentro da Igreja brincando de religião… e o “objeto” mais usado para essa brincadeira é a liturgia. Deus está de “olho” neles!

 

92  

Aquele que por culpa própria não quis ser católico, jamais entrará no céu. Fora da Santa Igreja não há salvação!

 

93  

Milhões dizem que religião não salva. Se não salva, por que então Jesus Cristo fundou uma (Mt 16, 18)? Foi somente por “capricho?” Veremos na hora da morte!

 

94  

O católico batizado e crismado que apostatou a sua fé… pode dar “adeus” para o céu e “até breve” para o inferno. Quando o Senhor concede o dom da fé a alguém, não o anula jamais! Pobres Judas!

 

95  

Milhares de católicos imitam os protestantes nos gestos, palavras e cânticos… estão se apoiando numa muleta quebrada. Quanta cegueira!

 

96  

Muitos dizem que perdeu a fé por causa do pai, da mãe, do vizinho… do padre, do bispo, do papa… mentira… tudo desculpas esfarrapadas. Por que então Santa Bárbara não perdeu a fé por causa do seu pai Dióscoro? Por que então São Wenceslau não perdeu a fé por causa da sua mãe Draomira, capeta em pessoa, que mandou matá-lo? Ninguém perde a fé a não ser por culpa própria. Deus não aceita desculpas!

 

97  

Três “punhais” que “matam” a fé: descaso, negligência e revolta! Não coloque a culpa no próximo nem em Deus. Você é o culpado!

 

98  

Ninguém vai para o protestantismo à procura de Deus; mas sim, com os olhos fixos na porta larga e no caminho espaçoso… sede de libertinagem!

 

99  

Aquele que reconhece que a Igreja Católica foi fundada por Jesus Cristo… que é a Igreja verdadeira… mas prefere permanecer na espelunca, não se salvará… reconhece o caminho da luz, mas prefere seguir o das trevas. Amante da falsa liberdade!

 

100  

Quem não é católico… mas suspeita que a Santa Igreja talvez seja a única fundada por Jesus Cristo… que deveria aprofundar mais no estudo e conhecer a verdade sobre ela. Se essa pessoa não der atenção aos estímulos de Deus e deixa de corresponder a essa graça inicial que Deus lhe comunica… também não se salvará.

 

 

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

29 de junho de 2018

Solenidade de São Pedro e São Paulo, Apóstolos

 

Voltar ao topo

 

Este texto não pode ser reproduzido sob nenhuma forma; por fotocópia ou outro meio qualquer sem autorização por escrito do autor Pe. Divino Antônio Lopes FP(C).

Depois de autorizado, é preciso citar:

Pe. Divino Antônio Lopes FP(C). “Pensamentos diversos III”

www.filhosdapaixao.org.br/escritos/colecoes/livros/058_pensamentos_diversos_lv.htm