Instituto Missionário dos Filhos e Filhas da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo e das Dores de Maria Santíssima

 

06 de março de 2017

 

 

Apresentação

 

Prezado leitor, com a leitura atenta desses pensamentos escritos pelo Pe. Divino Antônio Lopes FP(C), você verá que a vitória é para os fortes e destemidos.

 

Filhos e Filhas da Paixão de Nosso Senhor

Jesus Cristo e das Dores de Maria Santíssima

 

 

01

Sem dedicação e esforço contínuo não há vitória! Para conquistar grandes vitórias é necessária grande valentia.

02

Aquele que fica amuado nos cantos escuros ou adormecido sobre o “lençol” da preguiça, jamais obterá vitória. Sem vontade firme e luta corajosa... a vitória será impossível.

03

Nenhuma muralha, por grande que seja, impedirá que uma pessoa cheia de vontade seja vitoriosa. Quando a vontade de vencer é grande, não há obstáculo intransponível!

04

Sem o querer jamais alguém sairá vitorioso! O querer firme e decidido é o primeiro passo para a vitória.

05

A vitória é para os fortes, ousados e valentes... os medrosos nem sequer entram no campo de batalha: “Quem estiver tremendo de medo volte e observe do monte Gelboé. Vinte e dois mil homens voltaram...” (Jz 7, 3).

06

A vitória é um “prato” apetitoso que torna o vencedor resistente, convicto e firme! Quem retrocede jamais se alimentará desse “prato” e morrerá raquítico.

07

Quem iniciou a batalha com os olhos fixos na vitória já percorreu boa parte do caminho.

08

Vitória inesquecível é aquela conquistada com grandes dificuldades... ela deixa marcas.

09

Uma pessoa vitoriosa não se prostra diante dos obstáculos... dá a volta ou pula-os.  O desejo ardente de vencer empurra-a para a batalha. Somente os frouxos se entregam!

10

O vitorioso é um “leão” indomável! A sua persistência e teimosia no bem “encanta” até os demônios!

11

O vitorioso não olha a crise, as doenças, as dificuldades... o seu olhar está fixo no Deus da vitória... no Deus que está acima de todos os obstáculos: “Por isso eu te louvo entre as nações, Deus, e toco em honra do teu nome: Ele dá grandes vitórias...” (Sl 18, 50-51).

12

A pessoa vitoriosa jamais deixa de lutar, batalhar e se esforçar... mesmo que não ganhe todas as batalhas.

13

Para o vitorioso, até a derrota tem o sabor de vitória, porque não permanece de braços cruzados diante das perseguições, provações e dificuldades... mas luta com valentia e garra até onde lhe é permitido.

14

A maior de todas as vitórias é conquistar o céu... por isso o demônio ataca furiosamente os que batalham para conquistá-lo.

15

O vitorioso não olha para os obstáculos como se fossem “pedras” irremovíveis; mas sim, como “pedras” removíveis... porque o seu desejo de vencer supera todas as barreiras. Quanto maior for a “muralha”, maior será o impulso tomado por ele!

16

O vitorioso vence sempre! Vence quando obtém a vitória... e quando se levanta com a cabeça erguida e com o coração valente diante de uma derrota.

17

Para o vitorioso, a derrota é sempre de aparência... ele nunca se dá por vencido.

18

O céu é a pátria encantadora dos vitoriosos.

19

O vitorioso “constrói” a “escada” para o céu com os degraus de pequenas e grandes vitórias.

20

O vitorioso sobe na vida sem necessitar de degraus falsos, isto é, de bajulações e elogios. Ele sabe muito bem onde pisa e por onde anda... é dono de si.

21

O vitorioso não diminui os passos. Ele caminha decidido e com valentia na subida e na descida do “morro” das dificuldades... batalha na provação e na bonança com a mesma intensidade.

22

Ser vitorioso não significa subir na vida pisando e humilhando o próximo; mas sim, conquistar o desejado obedecendo aos Mandamentos da Lei de Deus.

23

Existe uma falsa vitória! Aquela conquistada contra a vontade do Criador.

24

A vitória conquistada com golpes e trapaça é uma terrível derrota.

25

A vitória que nos separa de Deus é grande ruína para a alma.

26

Antes de iniciar algo é preciso dizer com o coração e com a boca: Quero a vitória! O mais ou menos e o fracasso não devem existir no dicionário do vitorioso.

27

É triste conviver com uma pessoa que fez “amizade” com a derrota... ela sente repugnância da vitória.

28

O vitorioso não abaixa a cabeça diante da aparente derrota; ele sabe muito bem virar o “jogo” na hora certa.

29

Para obter a vitória, às vezes é preciso saber esperar o momento certo... muitas pessoas são derrotadas por imprudência.

30

Vitória sem batalha e sem sacrifício é uma vitória desagradável... sem cor... sem brilho. Tem o “sabor” de derrota!

 

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

06 de março de 2017

 

Voltar ao topo

 

Este texto não pode ser reproduzido sob nenhuma forma; por fotocópia ou outro meio qualquer sem autorização por escrito do autor Pe. Divino Antônio Lopes FP(C).

Depois de autorizado, é preciso citar:

Pe. Divino Antônio Lopes FP(C). “Vitória!”

www.filhosdapaixao.org.br/escritos/colecoes/livros/vitoria.htm