INSTITUTO MISSIONÁRIO DOS FILHOS E FILHAS DA PAIXÃO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO E DAS DORES DE MARIA SANTÍSSIMA
 

 

NOTA DE FALECIMENTO

 

Faleceu, com COVID-19, no dia 28 de fevereiro de 2021 o Revmo. Pe. Luiz Virtuoso.

Esse sacerdote foi um grande perseguidor do nosso Instituto; rezemos pela sua alma imortal: “Os anjos te conduzam ao paraíso; acolham-te os mártires à tua chegada e te introduzam na cidade santa de Jerusalém. O coro dos anjos te receba e com Lázaro, o pobre de outrora, possuas o repouso eterno” (Sacramentário).

O Revmo. Pe. Luiz Virtuoso, homem invejoso, mal caráter e mentiroso, lutou  desesperadamente durante muitos anos, apoiado pelo Digníssimo senhor Bispo Dom Manoel Pestana Filho (falecido) e pelo Vigário Luis Ilc (falecido), com calúnias, xingos e maledicências, para destruir o Pe. Divino, fundador e seu Instituto, mas não conseguiu. Mais um perseguidor que foi para o túmulo sem conseguir nos destruir. Quem será o próximo?!

Dom Manoel Pestana Filho queria que o Pe. Divino Antônio Lopes morasse com esse sacerdote no ano de 1997 em Jaraguá - GO, mas o Pe. Divino não aceitou por conhecer a sua vida depravada; pois estudou com ele 6 anos no Seminário Imaculado Coração de Maria - Anápolis - GO.

O senhor Bispo encarregou o seminarista Jean Rogers (aquele que foi excomungado em 2019 pelo Papa Francisco por estuprar 11 religiosas) de convencer o Pe. Divino a aceitar o Pe. Luiz Virtuoso.

Diante da recusa do Pe. Divino, o Pe. Luiz Virtuoso se sentiu envergonhado e ficou furioso. Então, caluniou o Pe. Divino dizendo que o mesmo havia roubado os paramentos da Paróquia, o Missal, os livros da biblioteca, o cálice, a patena, a âmbula e até os sermões da Semana Santa. Xingou desesperadamente os religiosos do Instituto Missionário dos Filhos e Filhas da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo e das Dores de Maria Santíssima e os membros do Movimento Missionário Lanceiros de Lanciano em pleno altar. Esse sacerdote, invejoso e desequilibrado mentalmente, proibiu aos gritos que os fiéis de Jaraguá visitassem o Pe. Divino no seu convento em Anápolis - GO. Isso com o aplauso, incentivo e a bênção do senhor Bispo Dom Manoel Pestana Filho.

Santo Antônio Maria Zacaria escreve: “Quanto aos que nos combatem, pior para eles, mas para nós são um bem, aumentam as coroas da eterna glória, provocam sobre si a cólera de Deus; devemos sentir antes compaixão por eles, e amá-los em vez de  detestá-los e de odiá-los. E mais, rezar por eles, não nos deixamos vencer pelo mal, mas vencer o mal pelo bem e ajuntar atos de piedade, ‘quais carvões’ acesos de caridade ‘sobre suas cabeças’, como nosso Apóstolo ensina; desta maneira, provando nossa paciência e mansidão, convertam-se a melhores sentimentos e se inflamem do amor de Deus”.

Em ARRANCANDO MÁSCARAS existem comentários sobre esse sacerdote caluniador e fofoqueiro. A matéria que mais se destaca é: O gato incendiário. O Pe. Luiz Virtuoso, devido as calúnias e perseguições contra os religiosos do Instituto, foi "batizado" pelos mesmos de Disturbíno Viciado.

 

Nota de falecimento: Revmo. Pe. Luis Ilc
Nota de falecimento: Revmo. Pe. Aluizo Lopes da Cunha