Instituto Missionário dos Filhos e Filhas da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo e das Dores de Maria Santíssima

   

 

01

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Maria Cândida de Araújo (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), é grande sabedoria servir a Deus com alegria: “Aclamai o Senhor, ó terra inteira, servi ao Senhor com alegria, ide a ele cantando jubilosos!” (Sl 99, 2).

Leia atentamente: Tiago 1, 1-4: “Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos da Dispersão: saudações! Meus irmãos, tende por motivo de grande alegria o serdes submetidos a múltiplas provações, pois sabeis que a vossa fé, bem provada, leva à perseverança; mas é preciso que a perseverança produza uma obra perfeita, a fim de serdes perfeitos e íntegros sem nenhuma deficiência”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

02

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima senhora Maria Cândida de Jesus (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), adore a Deus com respeito… só existe um Senhor: “Sabei que o Senhor, só ele é Deus. Ele mesmo nos fez, e somos seus, nós somos seu povo e seu rebanho” (Sl 99, 3).

Leia atentamente: Tiago 1, 5-8: “Se alguém dentre vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a concede generosamente a todos, sem recriminações, e ela ser-lhe-á dada, contanto que peça com fé, sem duvidar, porque aquele que duvida é semelhante às ondas do mar, impelidas e agitadas pelo vento. Não pense tal pessoa que vai receber alguma coisa do Senhor, dúbio e inconstante como é em tudo o que faz”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

03

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada senhora Andréia Socorro do Amaral Almeida (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), ame a Deus de todo o coração… Ele é bom e merece todo o nosso amor: “Sim, é bom o Senhor e nosso Deus, sua bondade perdura para sempre, seu amor é fiel eternamente!” (Sl 99, 5).

Leia atentamente: Tiago 1, 9-11: “Glorie-se o irmão de humilde condição na sua exaltação,  mas o rico na sua humilhação, porque passará como a flor da erva. Com efeito, basta que surja o sol com o seu calor e logo seca e a erva e sua flor cai e desaparece a beleza do seu viço! Eis como acabará por perecer o rico no meio dos seus negócios!”

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

04

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezado Jeferson de Souza Amaral (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), não fuja da presença de Deus, mas busque-o com fé, fidelidade e perseverança: “Sois vós, ó Senhor, o meu Deus! Desde a aurora ansioso vos busco!” (Sl 62, 2).

Leia atentamente: Tiago 1, 12-15: “Bem-aventurado o homem que suporta com paciência a provação! Porque, uma vez provado, receberá a coroa da vida, que o Senhor prometeu aos que o amam. Ninguém, ao ser tentado, deve dizer: ‘É Deus que me está tentando’, pois Deus não pode ser tentado pelo mal e a ninguém tenta. Antes, cada qual é tentado pela própria concupiscência, que o arrasta e seduz. Em seguida a concupiscência, tendo concebido, dá à luz o pecado, e o pecado, atingindo a maturidade, gera a morte”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

05

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima senhora Antônia Maria Soares Silva (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), busque sempre a Deus… somente Ele pode saciar a sede da nossa alma espiritual e imortal: “A minha alma tem sede de vós, minha carne também vos deseja, como terra sedenta e sem água!” (Sl 62, 2).

Leia atentamente: Tiago 1, 16-18: “Meus amados irmãos, não vos enganeis: todo dom precioso e toda dádiva perfeita vêm do alto e desce do Pai das luzes, no qual não há mudança nem sombra de variação. Por vontade própria ele nos gerou por uma palavra de verdade, a fim de sermos como que as primícias dentre as suas criaturas”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

06

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada Senhora Maria Aparecida Rosa Cardoso (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), ame a Deus com sinceridade… o amor do Criador vale mais do que todo o ouro desse mundo: “Vosso amor vale mais do que a vida: e por isso meus lábios vos louvam” (Sl 62, 4).

Leia atentamente: Tiago 1, 19-21: “Isso podeis saber com certeza, meus amados irmãos. Que seja cada um de vós pronto para ouvir, mas tardio para falar e tardio para encolerizar-se; pois a cólera do homem não é capaz de cumprir a justiça de Deus. Por essa razão, renunciando a toda imundície e a todos os vestígios de maldade, recebei com docilidade a Palavra que foi plantada em vossos corações e é capaz de salvar as vossas vidas”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

07

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Deuselita Oliveira dos Santos (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), quem possui o amor de Deus no coração caminha com segurança e em paz: “A minha alma será saciada, como em grande banquete de festa” (Sl 62, 6).

Leia atentamente: Tiago 1, 22-25: “Tornai-vos praticantes da Palavra e não simples ouvintes, enganando- vos a vós mesmos! Com efeito, aquele que ouve a Palavra e não a pratica assemelha-se a um homem que, observando o seu rosto no espelho, se limita a observar-se e vai-se embora, esquecendo-se logo da sua aparência. Mas aquele que considera atentamente a Lei perfeita da liberdade e nela persevera, não sendo um ouvinte esquecido, antes, praticando o que ela ordena, esse é bem-aventurado naquilo que faz”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

08

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima Daniela Vitória de Souza (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), feliz da pessoa que pensa continuamente na grandeza de Deus: “Penso em vós no meu leito, de noite, nas vigílias suspiro por vós!” (Sl 62, 7).

Leia atentamente: Tiago 1, 26-27: “Se alguém pensa ser religioso, mas não refreia a sua língua, antes se engana a si mesmo, saiba que a sua religião é vã. Com efeito, a religião pura e sem mácula diante de Deus, nosso Pai, consiste nisto: visitar os órfãos e as viúvas em suas tribulações e guardar-se livre da corrupção do mundo”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

09

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada Isabela de Souza Silva (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), não busque apoio e proteção nas criaturas; mas sim, no Deus que tudo pode: “Para mim fostes sempre um socorro; de vossas asas à sombra eu exulto!” (Sl 62, 8).

Leia atentamente: Tiago 2, 1-4: “Meus irmãos, a vossa fé em nosso Senhor Jesus Cristo glorificado não deve admitir acepção de pessoas. Assim, pois, se entrarem em vossa reunião duas pessoas, uma trazendo um anel de ouro, ricamente vestida, e a outra pobre, com suas roupas sujas, e derdes atenção ao que se traja ricamente e lhe disserdes: ‘Senta-te aqui neste lugar confortável’, enquanto dizeis ao pobre: ‘Tu, fica em pé aí’, ou então: ‘Senta-te aí abaixo do estrado dos meus pés’, não estais fazendo em vós mesmos uma discriminação? Não vos tornais juízes com raciocínios criminosos?”

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

10

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Nilza Socorro de Souza (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), Deus sustenta um coração que confia no seu poder: “Minha alma se agarra em vós; com poder vossa mão me sustenta” (Sl 62, 9).

Leia atentamente: Tiago 2, 5-9: “Atentai para isto, meus amados irmãos: Não escolheu Deus os pobres em bens deste mundo para serem ricos na fé e herdeiros do Reino que prometeu aos que o amam? E, no entanto, vós desprezais o pobre! Ora, não são os ricos que vos oprimem, os que vos arrastam aos tribunais? Não são eles os que blasfemam contra o nome sublime que foi invocado sobre vós? Assim, se cumpris a Lei régia segundo a Escritura: ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo’, estais agindo bem. Mas se fazeis acepção de pessoas, cometeis um pecado e incorreis na condenação da Lei como transgressores”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

11

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima senhora Maria de Lourdes Almeida Fonseca (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), Deus atende o pedido daquele que confia na sua força: “Escutai, ó Senhor Deus, minhas palavras, atendei o meu gemido!” (Sl 5, 2).

Leia atentamente: Tiago 2, 10-13: “Com efeito, aquele que guarda toda a Lei, mas desobedece a um só ponto, torna-se culpado da transgressão da Lei inteira, pois aquele que disse: ‘Não cometerás adultério’, também disse: ‘Não matarás’. Portanto, se não cometes adultério, mas praticas um homicídio, tornas-te transgressor da Lei. Falai, pois, e agi como os que hão de ser julgados pela Lei da liberdade, porque o julgamento será sem misericórdia para aquele que não pratica a misericórdia. A misericórdia, porém desdenha o julgamento”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

12

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada senhora Gercina Maia Mendanha (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), busque a proteção em Deus com humildade e confiança: “Ficai atento ao clamor da minha prece, ó meu Rei e meu Senhor!” (Sl 5, 3).

Leia atentamente: Tiago 2, 14-26: “Meus irmãos, se alguém disser que tem fé, mas não tem obras, que lhe aproveitará isso? Acaso a fé poderá salvá-lo? Se um irmão ou uma irmã não tiverem o que vestir e lhes faltar o necessário para a subsistência de cada dia, e alguém dentre vós lhes disser: ‘Ide em paz, aquecei-vos e saciai-vos’, e não lhes der o necessário para a sua manutenção, que proveito haverá nisso. De fato, alguém poderá objetar-lhe: ‘Tu tens fé e eu tenho obras. Mostra-me a tua fé sem obras e eu te mostrarei a fé pelas minhas obras. Tu crês que há um só Deus? Ótimo! Lembra-te, porém, que também os demônios creem, mas estremecem. Queres, porém, ó homem insensato, a prova de que a fé sem as obras é vã? Não foi pelas obras que o nosso pai Abraão foi justificado ao oferecer o seu filho Isaac sobre o altar? Já vês que a fé concorreu para as suas obras e que pelas obras é que a fé se realizou plenamente. E assim se cumpriu a Escritura que diz: Abraão creu em Deus e isto lhe foi imputado como justiça e ele foi chamado amigo de Deus’. Estais vendo que o homem é justificado pelas obras e não simplesmente pela fé. Da mesma maneira também Raab, a meretriz, não foi ela justificada pelas obras, quando acolheu os mensageiros e os fez voltar por outro caminho? Com efeito, como o corpo sem o sopro da vida é morto, assim também é morta a fé sem obras”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

13

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Valverde Souza Maia Santos (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), é grande sabedoria implorar a ajuda de Deus todos os dias: “É a vós que eu dirijo a minha prece; de manhã já me escutais!” (Sl 5, 4).

Leia atentamente: Tiago 3, 1-5: “Não queirais todos ser mestres, pois sabeis que estamos sujeitos a mais severo julgamento, porque todos nós tropeçamos frequentemente. Aquele que não peca no falar é realmente um homem perfeito, capaz de refrear todo o seu corpo. Quando pomos freio na boca dos cavalos, a fim de que nos obedeçam, conseguimos dirigir todo o seu corpo. Notai que também os navios, por maiores que sejam, e impelidos por ventos impetuosos, são, entretanto, conduzidos por um pequeno leme para onde quer que a vontade do timoneiro os dirija. Assim também a língua, embora seja um pequeno membro do corpo, se jacta de grandes feitos! Notai como um pequeno fogo incendeia uma floresta imensa”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

14

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssimo Gustavo Molina Martins (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), o nosso Deus é o Deus da luz, não das trevas e da maldade: “Não sois um Deus a quem agrade a iniquidade, não pode o mau morar convosco” (Sl 5, 5).

Leia atentamente: Tiago 3, 6-9: “Ora, também a língua é um fogo. Como o mundo do mal, a língua está posta entre os nossos membros maculando o corpo inteiro e pondo em chamas o ciclo da criação, inflamada como está pela geena. Com efeito, toda espécie de feras, de aves, de répteis e de animais marinhos é domada e tem sido domada pela espécie humana. Mas a língua, ninguém consegue domá-la: ela é um mal irrequieto e está cheia de veneno mortífero. Com ela bendizemos ao Senhor, nosso Pai, e com ela maldizemos os homens feitos à semelhança de Deus”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

15

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimado João Paulo Rodrigues da Silva (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), aquele que pratica a maldade não pode caminhar na presença de Deus: “Nem os ímpios poderão permanecer perante os vossos olhos” (Sl 5, 6).

Leia atentamente: Tiago 3, 10-12: “Da mesma boca provêm bênção e maldição. Ora, tal não deve acontecer, meus irmãos. Porventura uma fonte jorra, pelo mesmo olheiro, água doce e água salobra? Porventura, meus irmãos, pode uma figueira produzir azeitonas ou uma videira produzir figos? Assim, uma fonte de água salgada não pode produzir água doce”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

16

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Joselita Teixeira da Silva (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), quem diz mentira não pode agradar a Deus: “Detestais o que pratica a iniquidade e destruís o mentiroso”(Sl 5, 7).

Leia atentamente: Tiago 3, 13-18: “Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom comportamento as suas obras repassadas de docilidade e sabedoria. Mas, se tendes inveja amarga e preocupações egoísticas no vosso coração, não vos orgulheis nem mintais contra a verdade, porque esta sabedoria não vem do alto; antes, é terrena, animal e demoníaca. Com efeito, onde há inveja e preocupação egoística, aí estão as desordens e toda sorte de más ações. Por outra parte, a sabedoria que vem do alto é, antes de tudo, pura, depois pacífica, indulgente, conciliadora, cheia de misericórdia e de bons frutos, isenta de parcialidade e de hipocrisia. Um fruto de justiça é semeado pacificamente para aqueles que promovem a paz”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

17

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssimo senhor Reinaldo da Costa Silva (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), quem se refugia em Deus vive feliz e confiante: “Mas exulte de alegria todo aquele que em vós se refugia” (Sl 5, 12).

Leia atentamente: Tiago 4, 1-3: “De onde vêm as guerras? De onde vêm as lutas entre vós? Não vêm daqui: dos prazeres que guerreiam nos vossos membros? Cobiçais e não tendes? Então matais. Buscais com avidez, mas nada conseguis obter? Então vos entregais à luta e à guerra. Não possuís porque não pedis. Pedis, mas não recebeis, porque pedis mal, com o fim de gastardes nos vossos prazeres”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

18

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimado senhor Edilei de Souza Nascimento (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), ame e siga com fervor a Lei de Deus: “Quanto eu amo, ó Senhor, a vossa lei! Permaneço o dia inteiro a meditá-la” (Sl 118, 97).

Leia atentamente: Tiago 4, 4-10: “Adúlteros, não sabeis que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Assim, todo aquele que quer ser amigo do mundo torna-se inimigo de Deus. Ou julgais que é em vão que a Escritura diz: Ele reclama com ciúme o espírito que pôs dentro de nós? Mas ele nos dá uma graça maior, conforme diz a Escritura: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti ao diabo e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus e ele se chegará a vós. Purificai as vossas mãos, pecadores, e santificai os vossos corações, homens dúbios. Entristecei-vos, cobri-vos de luto e chorai. Transforme-se o vosso riso em luto e a vossa alegria em desalento. Humilhai-vos diante do Senhor e ele vos exaltará”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

19

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezado Elenilson Bastos da Silva (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), é grande sabedoria desprezar as coisas da terra e seguir com fidelidade a Lei de Deus: “Vossa lei me faz mais sábio que os rivais, porque ela me acompanha eternamente” (Sl 118, 98).

Leia atentamente: Tiago 4, 11-12: “Não faleis mal uns dos outros, irmãos. Aquele que fala mal de um irmão ou julga o seu irmão fala mal da Lei e julga a Lei. Ora, se julgas a Lei, já não estás praticando a Lei, mas te fazes juiz da Lei. Só há um legislador e juiz, a saber, aquele que pode salvar e destruir. Tu, porém, quem és para julgares o teu próximo?”

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

20

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssimo senhor Leidiosmar Marinho de Andrade (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), quem medita e coloca em prática a Lei de Deus caminha com segurança: “Fiquei mais sábio do que todos os meus mestres, porque medito sem cessar vossa Aliança” (Sl 118, 99).

Leia atentamente: Tiago 4, 13-17: “E agora, vós os que dizeis: ‘hoje ou amanhã iremos a tal cidade, passaremos ali um ano, negociando e obtendo bons lucros’. E, no entanto, não sabeis nem mesmo o que será da vossa vida amanhã! Com efeito, não passais de um vapor que se vê por alguns instantes e depois logo se desfaz. Em vez de dizer: ‘Se o Senhor quiser, estaremos vivos e faremos isto ou aquilo’, vós vos jactais de vossas fanfarronadas! Ora, toda jactância desse gênero é má. Assim, aquele que sabe fazer o bem e não o faz incorre em pecado”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

21

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada Natália Gomes da Silva Marinho (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), quem obedece a Lei de Deus não necessita das coisas passageiras dessa terra: “Sou mais prudente que os próprios anciãos, porque cumpro, ó Senhor, vossos preceitos” (Sl 118, 100).

Leia atentamente: Tiago 5, 1-6: “Pois bem, agora vós, ricos, chorai e gemei por causa das desgraças que estão para vos sobrevir. A vossa riqueza apodreceu e as vossas vestes estão carcomidas pelas traças. O vosso ouro e a vossa prata estão enferrujados e a sua ferrugem testemunhará contra vós e devorará as vossas carnes. Entesourastes como que um fogo nos tempos do fim! Lembrai-vos de que o salário, do qual privastes os trabalhadores que ceifaram os vossos campos, clama, e os gritos dos ceifeiros chegaram aos ouvidos do Senhor dos exércitos. Vivestes faustosamente na terra e vos regalastes; vós vos saciastes no dia da matança. Condenastes o justo e o pusestes à morte: ele não vos resiste”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

22

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Maria Helena Gomes Paisano (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), feliz da pessoa que foge das vaidades do mundo para seguir com humildade a Deus: “De todo mau caminho afasto os passos, para que eu siga fielmente as vossas ordens”(Sl 118, 101).

Leia atentamente: Tiago 5, 7-11: “Sede, pois, pacientes, irmãos, até a vinda do Senhor. Vede como o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando por ele pacientemente até que venham as chuvas temporãs e as serôdias. Assim, também vós, esperai com paciência e fortalecei os vossos corações, porque a Vinda do Senhor está próxima. Irmãos, não murmureis uns contra os outros, para que não sejais julgados. Lembrai-vos de que o Juiz está às portas. Tomai como exemplo de uma vida de sofrimento e de paciência os profetas que falaram em nome do Senhor. Notai que temos por bem-aventurados os que perseveraram pacientemente. Ouvistes falar da paciência de Jó e sabeis qual o fim que Deus lhe deu. Com efeito, o Senhor é misericordioso e compassivo”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

23

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima senhora Vera Lúcia Silva Santana (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), aquele que obedece a Lei de Deus vive feliz e não teme os seus julgamentos: “De vossos julgamentos não me afasto, porque vós mesmos me ensinastes vossas leis” (Sl 118, 102).

Leia atentamente: Tiago 5, 12: “Especialmente, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem por outra coisa qualquer. Antes, seja o vosso sim, sim, e o vosso não, não, a fim de não incorrerdes em julgamento”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

24

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada senhora Benedita Luiza de Lima (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), siga com amor a Palavra de Deus: “Como é doce ao paladar vossa palavra, muito mais doce do que o mel na minha boca!” (Sl 118, 103).

Leia atentamente: Tiago 5, 13-16: “Sofre alguém dentre vós um contratempo? Recorra à oração. Está alguém alegre? Cante. Alguém dentre vós está doente? Mande chamar os presbíteros da Igreja para que orem sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor. A oração da fé salvará o doente e o Senhor o porá de pé; e se tiver cometido pecados, estes serão perdoados. Confessai, pois, uns aos outros, os vossos pecados e orai uns pelos outros, para que sejais curados. A oração fervorosa do justo tem grande poder”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

25

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezado Cidney Lima Santos (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), diga não para a mentira… ela não pode agradar o Deus da Verdade: “De vossa lei eu recebi inteligência, por isso odeio os caminhos da mentira” (Sl 118, 104).

Leia atentamente: Tiago 5, 17-20: “Assim, Elias, que era um homem semelhante a nós, orou com insistência para que não chovesse, e não houve chuva na terra durante três anos e seis meses. Em seguida, tornou a orar e o céu deu a sua chuva e a terra voltou a produzir o seu fruto. Meus irmãos, se alguém dentre vós se desviar da verdade e outro o reconduzir, saiba que aquele que reconduz um pecador desencaminhado salvará sua alma da morte e cobrirá uma multidão de pecados”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

26

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssimo senhor Juvenal José dos Santos (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), aquele que obedece a Lei de Deus caminha na luz e jamais tropeçará: “Vossa palavra é uma luz para os meus passos, é uma lâmpada luzente em meu caminho” (Sl 118, 105).

Leia atentamente: 1 Pedro 1, 1-5: “Pedro, apóstolo de Jesus Cristo, aos estrangeiros da Dispersão: do Ponto, da Galácia, da Capadócia, da Ásia e da Bitínia, eleitos segundo a presciência de Deus Pai, pela santificação do Espírito, para obedecer a Jesus Cristo e participar da bênção da aspersão do seu sangue. Graça e paz vos sejam concedidas abundantemente! Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, em sua grande misericórdia, nos gerou de novo, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma esperança viva, para uma herança incorruptível, imaculada e imarcescível, reservada nos céus para vós, os que, mediante a fé, fostes guardados pelo poder de Deus para a salvação prestes a revelar-se no tempo do fim”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

27

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada senhora Santa Izabel Souza Almeida (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), quem obedece a Deus vive seguro e feliz: “Eu fiz um juramento e vou cumpri-lo: ‘Hei de guardar os vossos justos Julgamentos!’” (Sl 118, 106).

Leia atentamente: 1 Pedro 1, 6-9: “Nisso deveis alegrar-vos, ainda que agora, se necessário, sejais contristados por um pouco de tempo, em virtude de várias provações, a fim de que a autenticidade comprovada da vossa fé, mais preciosa do que o ouro que perece, cuja genuinidade é provada pelo fogo, alcance louvor, glória e honra por ocasião da Revelação de Jesus Cristo. A ele, embora não o tenhais visto, amais; nele, apesar de o não terdes visto, mas crendo, vos rejubilais com uma alegria inefável e gloriosa, pois que alcançais o fim da vossa fé, a saber, a salvação das vossas almas”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

28

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezado senhor Antônio Gomes de Almeida (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), a Palavra de Deus conforta um coração que sofre: “Ó Senhor, estou cansado de sofrer; vossa palavra me devolva a minha vida!” (Sl 118, 107).

Leia atentamente: 1 Pedro 1, 10-12: “A respeito dessa salvação investigaram e pesquisaram os profetas que profetizavam a respeito da graça que vos era destinada, procurando saber a que tempo e a que circunstâncias se referia o Espírito de Cristo, que estava neles, ao prenunciar os sofrimentos que haviam de sobrevir a Cristo e as glórias que viriam após. A eles foi revelado que não para si mesmo, mas para vós, exerciam esse ministério, que agora vos foi anunciado por aqueles que vos pregam o evangelho, pelo Espírito Santo enviado do céu, e ao qual os anjos desejam ardentemente perscrutar”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

29

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima senhora Maria Ana Ribeiro do Nascimento (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), faça sempre a vontade Deus: “Que vos agrade a oferenda dos meus lábios; ensinai-me, ó Senhor, vossa vontade!” (Sl 118, 108).

Leia atentamente: 1 Pedro 1, 13-16: “Por isso, com prontidão de espírito, sede sóbrios e ponde toda a vossa esperança na graça que vos será trazida por ocasião da Revelação de Jesus Cristo. Como filhos obedientes, não consintais em modelar a vossa vida de acordo com as paixões de outrora, do tempo da vossa ignorância. Antes, como é santo aquele que vos chamou, tornai-vos também vós santos em todo o vosso comportamento, porque está escrito: Sede santos, porque eu sou santo”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

30

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimado Kauã Jeferson Souza Lima (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), não podemos abandonar a Lei de Deus por causa das provações: “Constantemente está em perigo a minha vida, mas não esqueço, ó Senhor, a vossa lei” (Sl 118, 109).

Leia atentamente: 1 Pedro 1, 17-21: “E se chamais Pai aquele que com imparcialidade julga a cada um de acordo com as suas obras, portai-vos com temor durante o tempo do vosso exílio. Pois sabeis que não foi com coisas perecíveis, isto é, com prata ou com ouro, que fostes resgatados da vida fútil que herdastes dos vossos pais, mas pelo sangue precioso de Cristo, como de um cordeiro sem defeitos e sem mácula, conhecido antes da fundação do mundo, mas manifestado, no fim dos tempos, por causa de vós. Por ele, vós crestes em Deus, que o ressuscitou dos mortos e lhe deu a glória, de modo que a vossa fé e a vossa esperança estivessem postas em Deus”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

31

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada Kalita Maynara de Souza Lima (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), é preciso enfrentar os perseguidores com os olhos fixos na Lei de Deus: “Os pecadores contra mim armaram laços; eu porém não reneguei vossos preceitos” (Sl 118, 110).

Leia atentamente: 1 Pedro 1, 22-25: “Pela obediência à verdade purificastes as vossas almas para praticardes um amor fraternal sem hipocrisia. Amai-vos uns aos outros ardorosamente e com coração puro. Fostes regenerados, não de uma semente corruptível, mas incorruptível, mediante a Palavra viva de Deus, a qual permanece para sempre. Com efeito, toda a carne é como erva e toda a sua glória como a flor da erva. Secou-se a erva e a sua flor caiu; mas a Palavra do Senhor permanece para sempre. Ora, é esta a Palavra que vos foi anunciada no evangelho”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

32

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssimo Vitor Almeida do Nascimento (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), quem segue com fidelidade a Palavra de Deus vive feliz: “Vossa palavra é minha herança para sempre, porque ela é que me alegra o coração!” (Sl 118, 111).

Leia atentamente: 1 Pedro 2, 1-3: “Portanto, rejeitando toda maldade, toda mentira, todas as formas de hipocrisia e de inveja e toda maledicência, desejai, como crianças recém-nascidas, o leite não adulterado da palavra, a fim de que por ele cresçais para a salvação, já que provastes que o Senhor é bondoso”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

33

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada Larissa de Souza Quintanilha (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), é preciso obedecer sempre a Deus: “Acostumei meu coração a obedecer-vos, a obedecer-vos para sempre, até o fim” (Sl 118, 112).

Leia atentamente: 1 Pedro 2, 4-6: “Chegai-vos a ele, a pedra viva, rejeitada, é verdade, pelos homens, mas diante de Deus eleita e preciosa. Do mesmo modo, também vós, como pedras vivas, constituí-vos em um edifício espiritual, dedicai-vos a um sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais aceitáveis a Deus por Jesus Cristo. Com efeito, nas Escrituras se lê: Eis que ponho em Sião uma pedra angular, eleita e preciosa; quem nela crê não será confundido”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

34

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada Jorcelina Santana do Nascimento (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), é grande loucura seguir as pessoas mentirosas: “Eu detesto os corações que são fingidos, mas muito amo, ó Senhor, a vossa lei!” (Sl 118, 113).

Leia atentamente: 1 Pedro 2, 7-10: “Isto é, para vós que credes ela será um tesouro precioso, mas para os que não creem, a pedra que os edificadores rejeitaram, essa tornou-se a pedra angular, uma pedra de tropeço e uma rocha que faz cair. Eles tropeçam porque não creem na Palavra, para o que também foram destinados. Mas vós sois uma raça eleita, um sacerdócio real, uma nação santa, o povo de sua particular propriedade, a fim de que proclameis as excelências daquele que vos chamou das trevas para a sua luz maravilhosa, vós que outrora não éreis povo, mas agora sois o Povo de Deus, que não tínheis alcançado misericórdia, mas agora alcançastes misericórdia”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

35

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssimo Jurandir Ferreira Figueiredo Almeida (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), é preciso esperar com confiança na Lei de Deus: “Vós sois meu protetor e meu escudo, vossa palavra é para mim a esperança” (Sl 118, 114).

Leia atentamente: 1 Pedro 2, 11-12: “Amados, exorto-vos, como a peregrinos e forasteiros neste mundo, a que vos abstenhais dos desejos carnais que promovem guerra contra a alma. Seja bom o vosso comportamento entre os gentios, para que, mesmo que falem mal de vós, como se fôsseis malfeitores, vendo as vossas boas obras glorifiquem a Deus, no dia da Visitação”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

36

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada Thauany Divina Ferreira de Almeida (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), é preciso desprezar as pessoas mundanas para obedecer a Lei de Deus: “Longe de mim, homens perversos! Afastai-vos, quero guardar os mandamentos do meu Deus!” (Sl 118, 115).

Leia atentamente: 1 Pedro 2, 13-17: “Sujeitai-vos a toda instituição humana por causa do Senhor, seja ao rei, como soberano, seja aos governadores, como enviados seus para a punição dos malfeitores e para o louvor dos que fazem o bem, pois esta é a vontade de Deus que, fazendo o bem, tapeis a boca à ignorância dos insensatos. Comportai-vos como homens livres, não usando a liberdade como cobertura para o mal, mas como servos de Deus. Honrai a todos, amai os irmãos, temei a Deus, tributai honra ao rei”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

37

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Jaquelaine Maria do Socorro Ferreira Almeida (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), Deus não abandona um coração fiel: “Sustentai-me e viverei, como dissestes; não podeis decepcionar minha esperança!”  (Sl 118, 116).

Leia atentamente: 1 Pedro 2, 18-20: “Vós, criados, sujeitai-vos, com todo o respeito, aos vossos senhores, não só aos bons e razoáveis, mas também aos perversos. É louvável que alguém suporte aflições, sofrendo injustamente por amor de Deus. Mas que glória há em suportar com paciência, se sois esbofeteados por terdes errado? Ao contrário, se, fazendo o bem, sois pacientes no sofrimento, isto sim constitui uma ação louvável diante de Deus”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

38

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima senhora Cristina Valeriano da Silva (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), quem obedece a Lei de Deus exulta de felicidade: “Amparai-me, sustentai-me e serei salvo, e sempre exultarei em vossa lei!” (Sl 118, 117).

Leia atentamente: 1 Pedro 2, 21-25: “Com efeito, para isto é que fostes chamados, pois que também Cristo sofreu por vós, deixando-vos um exemplo, a fim de que sigais os seus passos. Ele não cometeu nenhum pecado; mentira nenhuma foi achada em sua boca. Quando injuriado, não revidava; ao sofrer, não ameaçava, antes, punha a sua causa nas mãos daquele que julga com justiça. Sobre o madeiro, levou os nossos pecados em seu próprio corpo, a fim de que, mortos para os nossos pecados, vivêssemos para a justiça. Por suas feridas fostes curados, pois estáveis desgarrados como ovelhas mas agora retornastes ao Pastor e Supervisor das vossas almas”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

39

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada senhora Elen Cristina Valeriano dos Santos (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), Deus não protege quem desobedece a sua Lei: “Desprezais os que abandonam vossas ordens, pois seus planos são engano e ilusão!” (Sl 118, 118).

Leia atentamente: 1 Pedro 3, 1-6: “Da mesma maneira, vós, mulheres, sujeitai-vos aos vossos maridos, para que, ainda quando alguns não creiam na Palavra, sejam conquistados sem palavras, pelo comportamento de suas mulheres, ao observarem o vosso comportamento casto e respeitoso. Não consista o vosso adorno em exterioridades, como no trançado dos cabelos, no uso de joias de ouro, nem no trajar vestes finas, mas nas qualidades pessoais internas, isto é, na incorruptibilidade de um espírito manso e tranquilo, que é coisa preciosa diante de Deus. Com efeito, era assim que as santas mulheres de outrora, que punham a sua esperança em Deus, se adornavam, estando sujeitas aos seus próprios maridos. É o que vemos em Sara, que foi obediente a Abraão, chamando-lhe senhor. Dela vos tornareis filhas, se praticardes o bem e não vos deixardes dominar pelo medo”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

40

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezado senhor Vicente de Paula Tomás (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), Deus não perdoa um pecador que não se arrepende: “Rejeitais os pecadores como lixo, por isso eu amor ainda mais vossa aliança” (Sl 118, 119).

Leia atentamente: 1 Pedro 3, 7: “Do mesmo modo vós, maridos, sede compreensivos em vossa vida conjugal, tributando às vossas esposas a honra devida a companheiras de constituição mais delicada, co-herdeiras da graça da Vida, para evitar que as vossas orações fiquem sem resposta”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

41

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssimo Wesley Valeriano Tomás (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), feliz da pessoa que teme a Deus: “Perante vós sinto tremer a minha carne, porque temo vosso justo julgamento!” (Sl 118, 120).

Leia atentamente: 1 Pedro 3, 8-12: “Finalmente, sede todos unânimes, compassivos, cheios de amor fraternal, misericordiosos e humildes de espírito. Não pagueis mal por mal, nem injúria por injúria; ao contrário, bendizei, porque para isto fostes chamados, isto é, para serdes herdeiros da bênção. Com efeito, aquele que ama a vida e deseja ver dias felizes, guarde a sua língua do mal e os seus lábios de proferir mentiras; afaste-se do mal e pratique o bem, busque a paz e siga-a; porque os olhos do Senhor estão sobre os justos e os seus ouvidos estão atentos à sua prece, mas o rosto do Senhor se volta contra os que praticam o mal”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

42

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimado Ruan Kenedy Valeriano Tomás (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), é grande sabedoria confiar na proteção do Criador: “Das profundezas eu clamo a vós, Senhor, escutai a minha vos!” (Sl 129, 1-2).

Leia atentamente: 1 Pedro 3, 13-17: “E quem vos há de fazer mal, se sois zelosos do bem? Mas se sofreis por causa da justiça, bem-aventurados sois! Não tenhais medo nenhum deles, nem fiqueis conturbados; antes, santificai a Cristo, o Senhor, em vossos corações, estando sempre prontos a dar razão da vossa esperança a todo aquele que vo-la pede; fazei-o, porém, com mansidão e respeito, conservando a vossa boa consciência, para que, se em alguma coisa sois difamados, sejam confundidos aqueles que ultrajam o vosso bom comportamento em Cristo, pois será melhor que sofrais — se esta é a vontade de Deus — por praticardes o bem do que praticando o mal”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

43

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada Emanuelli Souza (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), Deus perdoa um coração arrependido… que confia no seu amor: “Se levardes em conta nossas faltas, quem haverá de subsistir?” (Sl 129, 3).

Leia atentamente: 1 Pedro 3, 18-22: “Com efeito, também Cristo morreu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, a fim de vos conduzir a Deus. Morto na carne, foi vivificado no espírito, no qual foi também pregar aos espíritos em prisão, a saber, aos que foram incrédulos outrora, nos dias de Noé, quando Deus, em sua longanimidade, contemporizava com eles, enquanto Noé construía a arca, na qual poucas pessoas, isto é, oito, foram salvas por meio da água. Aquilo que lhe corresponde é o batismo que agora vos salva, não aquele que consiste em uma remoção da imundície do corpo, mas em um compromisso solene de uma boa consciência para com Deus pela ressurreição de Jesus Cristo, que, tendo subido ao céu, está à direita de Deus, estando-lhe sujeitos os anjos, as Dominações e as Potestades”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

44

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima senhora Sandra Roberta Silva Santana (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), somente em Deus é possível encontrar o verdadeiro perdão: “Mas em vós se encontra o perdão, eu vos temo e em vós espero” (Sl 129, 4).

Leia atentamente: 1 Pedro 4, 1-6: “Pois que Cristo sofreu na carne, deveis também vós munir-vos desta convicção: aquele que sofreu na carne rompeu com o pecado, a fim de viver o resto dos seus dias na carne, não mais de acordo com as paixões humanas, mas segundo a vontade de Deus. Já é muito que no tempo passado tenhais realizado a vontade dos gentios, levando uma vida de dissoluções, de cobiças, de embriaguez, de glutonerias, de bebedeiras e de idolatrias abomináveis. Agora estranham que não vos entregueis à mesma torrente de perdição, e vos cobrem de injúrias, mas disto hão de dar contas àquele que está prestes a julgar os vivos e os mortos. Eis por que o evangelho foi pregado também aos mortos, a fim de que sejam julgados como os homens na carne, mas vivam no espírito, segundo Deus”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

45

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimado João Henrique Valeriano da Costa (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), é preciso confiar em Deus e esperar na sua Palavra: “No Senhor ponho a minha esperança, espero em sua palavra” (Sl 129, 5).

Leia atentamente: 1 Pedro 4, 7-11: “O fim de todas as coisas está próximo. Levai, pois, uma vida de autodomínio e de sobriedade, dedicada à oração. Acima de tudo, cultivai, com todo o ardor, o amor mútuo, porque o amor cobre uma multidão de pecados. Sede hospitaleiros uns para com os outros, sem murmurar. Todos vós, conforme o dom que cada um recebeu, consagrai-vos ao serviço uns dos outros, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus. Se alguém fala, faça-o como se pronunciasse palavras de Deus. Alguém presta um serviço? Faça-o com a capacidade que Deus lhe concedeu, a fim de que em tudo seja Deus glorificado por Jesus Cristo, a quem pertencem a glória e o poder pelos séculos dos séculos. Amém”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

46

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Leonice Maria dos Santos (Bairro Ana Carolina – Anápolis-GO), viva na presença de Deus… Ele protege quem confia na sua força: “Bendito seja o Senhor, meu rochedo, que adestrou minhas mãos para a luta, e os meus dedos treinou para a guerra” (Sl 143, 1).

Leia atentamente: 1 Pedro 4, 12-14: “Amados, não vos alarmeis com o incêndio que lavra entre vós, para a vossa provação, como se algo de estranho vos estivesse acontecendo; antes, na medida em que participais dos sofrimentos de Cristo, alegrai-vos, para que também na revelação da sua glória possais ter uma alegria transbordante. Bem-aventurados sois, se sofreis injúrias por causa do nome de Cristo, porque o Espírito de glória, o Espírito de Deus repousa sobre vós”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

47

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssimo Luiz Gustavo Presaniuk dos Santos (Bairro Ana Carolina – Anápolis-GO), Deus é refúgio seguro para quem confia no seu poder e força: “Deus é meu amor, meu refúgio” (Sl 143, 2).

Leia atentamente: 1 Pedro 4, 15-19: “Mas ninguém dentre vós queira sofrer como assassino ou ladrão, ou malfeitor ou como delator, mas, se sofre como cristão, não se envergonhe, antes glorifique a Deus por esse nome. Com efeito, é tempo de começar o julgamento pela casa de Deus. Ora, se ele começa por nós, qual será o fim dos que se recusam a obedecer ao evangelho de Deus? Se o justo com dificuldade consegue salvar-se, em que situação ficará o ímpio e pecador? Assim, aqueles que sofrem segundo a vontade de Deus confiam as suas almas ao fiel Criador, dedicando-se à prática do bem”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

48

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada Amanda de Souza Gomes (Bairro Ana Carolina – Anápolis-GO), só em Deus encontramos força para vencer as dificuldades que surgem pelo caminho: “Deus é o meu libertador, fortaleza e abrigo” (Sl 143, 2).

Leia atentamente: 1 Pedro 5, 1-4: “Aos presbíteros que estão entre vós, exorto eu, que sou presbítero como eles e testemunha dos sofrimentos de Cristo e participante da glória que há de ser revelada. Apascentai o rebanho de Deus que vos foi confiado, cuidando dele, não como por coação, mas de livre vontade, como Deus o quer, nem por torpe ganância, mas por devoção, nem como senhores daqueles que vos couberam por sorte, mas, antes, como modelos do rebanho. Assim, quando aparecer o supremo pastor, recebereis a coroa imarcescível da glória”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

49

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezado Gustavo de Souza Gomes (Bairro Ana Carolina – Anápolis-GO), não confie nas criaturas… mas espere em Deus e Ele te ajudará: “Deus é meu escudo: é nele que espero” (Sl 143, 2).

Leia atentamente: 1 Pedro 5, 5: “Do mesmo modo, vós, jovens, sujeitai-vos aos anciãos. Revesti-vos todos de humildade em vossas relações mútuas, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

50

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssimo Carlos Eduardo Presaniuk dos Santos (Bairro Ana Carolina – Anápolis-GO), a vida passa… devemos realizar o bem agora: “Como o sopro de vento é o homem, os seus dias são sombra que passa” (Sl 143, 4).

Leia atentamente: 1 Pedro 5, 6-11: “Humilhai-vos sob a poderosa mão de Deus, para que na ocasião própria vos exalte; lançai sobre ele toda a vossa preocupação, porque é ele que cuida de vós. Sede sóbrios e vigilantes! Eis que o vosso adversário, o diabo, vos rodeia como um leão a rugir, procurando a quem devorar. Resisti-lhe, firmes na fé, sabendo que a mesma espécie de sofrimento atinge os vossos irmãos espalhados pelo mundo. Depois de terdes sofrido um pouco, o Deus de toda a graça, aquele que vos chamou para a sua glória eterna em Cristo, vos restaurará, vos firmará, vos fortalecerá e vos tornará inabaláveis. A ele seja todo o poder pelos séculos dos séculos! Amém”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

51

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimado Wismar Gontijo (Goiânia-GO), é grande sabedoria se apoiar na Lei de Deus e desprezar os ensinamentos do mundo: “Vede, Senhor, minha miséria, e livrai-me, porque nunca me esqueci de vossa lei!” (Sl 118, 153).

Leia atentamente: 1 Pedro 5, 12-14: “Por Silvano, que eu considero irmão fiel, vos escrevi em poucas palavras, exortando-vos e testificando que esta é a verdadeira graça de Deus, na qual deveis permanecer firmes. A que está em Babilônia, eleita como vós, vos saúda, como também Marcos, o meu filho. Saudai-vos uns aos outros com o ósculo da caridade. A paz esteja com todos vós os que estais em Cristo!”

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

52

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Rosicléia Maria dos Santos (Bairro Ana Carolina – Anápolis-GO), aquele que não se arrepende jamais entrará no céu: “Como estão longe de salvar-se os pecadores, pois não procuram, ó Senhor, vossa vontade!” (Sl 118, 155).

Leia atentamente: 2 Pedro 1, 1-2: “Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, aos que receberam, pela justiça de nosso Deus e Salvador Jesus Cristo uma fé de valor igual à nossa, graça e paz vos sejam abundantemente concedidas pelo conhecimento de nosso Senhor!”

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

53

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima senhora Maria Geralda da Silva Flor (Bairro Ana Carolina – Anápolis-GO), a bondade de Deus é infinita… infeliz da pessoa que abusa do amor do Criador: “É infinita, Senhor Deus, vossa ternura: conforme prometestes, dai-me a vida!” (Sl 118, 156).

Leia atentamente: 2 Pedro 1, 3-4: “Pois que o seu divino poder nos deu todas as condições necessárias para a vida e para a piedade, mediante o conhecimento daquele que nos chamou pela sua própria glória e virtude. Por elas nos foram dadas as preciosas e grandíssimas promessas, a fim de que assim vos tornásseis participantes da natureza divina, depois de vos libertardes da corrupção que prevalece no mundo como resultado da concupiscência”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

54

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimado senhor Vantuir Mendes de Andrade (Bairro Ana Carolina – Anápolis-GO), não podemos abandonar o caminho de Deus por causa das zombarias dos inimigos: “Tantos são os que me afligem e perseguem, mas eu nunca deixarei vossa Aliança!” (Sl 118, 157).

Leia atentamente: 2 Pedro 1, 5-11: “Por isto mesmo, aplicai toda a diligência em juntar à vossa fé a virtude, à virtude o conhecimento, ao conhecimento o autodomínio, ao autodomínio a perseverança, à perseverança a piedade, à piedade o amor fraternal e ao amor fraternal a caridade. Com efeito, se possuirdes essas virtudes em abundância, elas não permitirão que sejais inúteis nem infrutíferos no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo. Mas aquele que não as possui é um cego, um míope: está esquecido da purificação dos seus pecados de outrora. Por isto mesmo, irmãos, procurai com mais diligência consolidar a vossa vocação e eleição, pois, agindo desse modo, não tropeçareis jamais; antes, assim é que vos será outorgada generosa entrada no Reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

55

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada Ana Elisa Oliveira Freire (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), a bondade de Deus nos enche de ânimo: “Vossa bondade reanime a minha vida!” (Sl 118, 159).

Leia atentamente: 2 Pedro 1, 12-15: “Eis por que hei de trazer-vos sempre à memória estas coisas, embora já as saibais e estejais firmes na verdade que alcançastes. Entendo que é justo despertar-vos com as minhas admoestações, enquanto estou nesta tenda terrena, sabendo que em breve hei de despojar-me dela, como, aliás, nosso Senhor Jesus Cristo me revelou. Assim, farei tudo para que, depois da minha partida, vos lembreis sempre delas”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

56

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssimo senhor Welington da Costa Freire (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), Deus não mente… sejamos obedientes aos seus Mandamentos: “Vossa palavra é fundada na verdade” (Sl 118, 160).

Leia atentamente: 2 Pedro 1, 16-18: “Com efeito, não foi seguindo fábulas sutis, mas por termos sido testemunhas oculares da sua majestade, que vos demos a conhecer o poder e a Vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Pois ele recebeu de Deus Pai honra e glória, quando uma voz vinda da sua Glória lhe disse: ‘Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo’. Esta voz, nós a ouvimos quando lhe foi dirigida do céu, ao estarmos com ele no monte santo”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

57

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada Vitória Oliveira Freire (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), é grande sabedoria respeitar e temer a Deus: “Feliz és tu se temes o Senhor e trilhas seus caminhos” (Sl 127, 1).

Leia atentamente: 2 Pedro 1, 19-21: “Temos, também, por mais firme a palavra dos profetas, à qual fazeis bem em recorrer como a uma luz que brilha em lugar escuro, até que raie o dia e surja a estrela d'alva em nossos corações. Antes de mais nada, sabei isto: que nenhuma profecia da Escritura resulta de uma interpretação particular, pois que a profecia jamais veio por vontade humana, mas homens, impelidos pelo Espírito Santo, falaram da parte de Deus”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

58

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Simone Raimundo de Oliveira (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), quem teme a Deus e segue o caminho do bem é abençoado: “Será assim abençoado todo homem que teme o Senhor” (Sl 127, 4).

Leia atentamente: 2 Pedro 2, 1-3: “Houve, contudo, também falsos profetas no seio do povo, como haverá entre vós falsos mestres, os quais trarão heresias perniciosas, negando o Senhor que os resgatou e trazendo sobre si repentina destruição. Muitos seguirão as suas doutrinas dissolutas e, por causa deles, o caminho da verdade cairá em descrédito. Por avareza, procurarão, com discursos fingidos, fazer de vós objeto de negócios; mas seu julgamento há muito está em ação e a sua destruição não tarda”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

59

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima senhora Lourdes da Costa Freire (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), somente em Deus encontramos verdadeira proteção: “No Senhor encontro abrigo” (Sl 10, 1).

Leia atentamente: 2 Pedro 2, 4-10: “Com efeito, se Deus não poupou os anjos que pecaram, mas lançou-os nos abismos tenebrosos do Tártaro, onde estão guardados à espera do Julgamento, nem poupou o mundo antigo, mas, ao trazer o dilúvio sobre o mundo dos ímpios, preservou apenas oito pessoas, entre as quais Noé, o arauto da justiça, e se, como exemplo do que havia de sobrevir aos ímpios, condenou à destruição as cidades de Sodoma e de Gomorra, reduzindo-as a cinzas, enquanto livrou o justo Ló, deprimido com o comportamento dissoluto daqueles perversos — porque esse justo, que morava entre eles, afligia diariamente a sua alma justa com as obras iníquas que via e ouvia —, é certamente porque o Senhor sabe libertar os piedosos da tentação e reservar os injustos sob castigo à espera do dia do Julgamento, sobretudo aqueles que seguem a carne, entregando-se a paixões imundas, e que desprezam a autoridade do Senhor”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

60

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimado Vitor Cesar Silva Pacheco (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), percorra o caminho do bem, porque Deus vê tudo: “Deus volta os olhos para o mundo, seu olhar penetra os homens” (Sl 10, 4).

Leia atentamente: 2 Pedro 2, 10-16: Atrevidos, presunçosos, não hesitam em blasfemar contra as Glórias, ao passo que os anjos, embora superiores em força e poder, não pronunciam contra elas um julgamento blasfemo na presença do Senhor. Estes, porém, como animais irracionais, destinados por natureza à prisão e à morte, injuriando aquilo que ignoram, perecerão da mesma morte, sofrendo injustiça como salário da sua injustiça. Eles julgam uma delícia o prazer do dia; homens impuros e pervertidos, deleitam-se na sua volúpia, quando se banqueteiam convosco. Têm os olhos cheios de adultério e insaciáveis de pecado, procurando seduzir as almas vacilantes; o seu coração está treinado para a ambição. São uns seres malditos! Deixando o caminho reto, desviaram-se e seguiram o caminho de Balaão, filho de Bosor, o qual se deixou levar por uma recompensa injusta, mas foi repreendido por sua maldade. De fato, uma besta muda, falando com voz humana, conteve a loucura do profeta”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

61

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Elizabete Martins de Morais Osternes (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), aquele que vive nas trevas não agrada a Deus: “Deus examina o justo e ímpio, e detesta o que ama o mal” (Sl 10, 5).

Leia atentamente: 2 Pedro 2, 17-19: “Esses homens são como fontes sem água e nuvens levadas por um vento tempestuoso; a eles está reservada a escuridão das trevas. Falando jactanciosamente de coisas fúteis, procuram seduzir com as concupiscências da carne e dissoluções aquelas que apenas conseguiram fugir da companhia dos que vivem desgarrados, prometendo-lhes a liberdade, quando eles mesmos são escravos da corrupção, pois cada um é escravo daquele que o vence”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

62

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima senhora Benta Barbosa da Silva (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), Deus castiga os homens maus: “Sobre os maus fará chover fogo, enxofre e vento ardente, como parte de seu cálice” (Sl 10, 6).

Leia atentamente: 2 Pedro 2, 20-22: “Com efeito, se, depois de fugir às imundícies do mundo pelo conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo, de novo são seduzidos e se deixam vencer por elas, o seu último estado se torna pior do que o primeiro. Assim, melhor lhes fora não terem conhecido o caminho da justiça do que, após tê-lo conhecido, desviarem-se do santo mandamento que lhes foi confiado. Cumpriu-se neles a verdade do provérbio: O cão voltou ao seu próprio vômito, e: ‘A porca lavada tornou a revolver-se na lama’”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

63

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimado senhor Edson da Costa Freire (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), Deus é bom, mas também é justo: “Porque justo é nosso Deus, o Senhor ama a justiça” (Sl 10, 7).

Leia atentamente: 2 Pedro 3, 1-2: “Amados, esta já é a segunda carta que vos escrevo, procurando em ambas despertar o vos­so pensamento sadio com algumas admoestações, a fim de vos trazer à memória as palavras preditas pelos santos profetas e o mandamento dos vos­sos apóstolos, a eles confiado pelo Senhor e Salvador”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

64

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezado Mateus Gomes do Nascimento (Bairro Calixtópolis – Anápolis-GO), somente os santos entrarão no céu: “Quem tem reto coração verá a face de Deus” (Sl 10, 7).

Leia atentamente: 2 Pedro 3, 3-7: “Antes de mais nada, deveis saber que nos últimos dias virão escarnecedores com os seus escárnios e levando uma vida de­senfreada, de acordo com as suas próprias concupiscências. O seu tema será: ‘Em que ficou a promessa da sua vinda? De fato, desde que os pais morreram, tudo continua como desde o princípio da criação!’ Mas eles fingem não perceber que existiram outrora céus e terra, esta tirada da água, e estabelecida no meio da água pela Palavra de Deus, e que por essas mesmas causas o mundo de então pereceu, submergido pela água. Ora, os céus e a terra de agora estão reservados pela mesma Palavra ao fogo, aguardando o dia do Julgamento e da destruição dos homens ímpios”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

65

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssimo Gabriel Gomes da Silva (Residencial das Flores – Anápolis-GO), fuja das pessoas que desobedecem a Lei de Deus: “Feliz é todo aquele que não anda conforme os conselhos dos perversos” (Sl 1, 1).

Leia atentamente: 2 Pedro 3, 8-10: “Há, contudo, uma coisa, amados, que não deveis esquecer: é que para o Senhor um dia é como mil anos e mil anos como um dia. O Senhor não tarda a cumprir a sua promessa, como pensam alguns, entendendo que há demora; o que ele está é usando de paciência convosco, porque não quer que ninguém se perca, mas que todos venham a converter-se. O Dia do Senhor chegará como ladrão e então os céus se desfarão com estrondo, os elementos, devorados pelas chamas, se dissolverão e a terra, juntamente com as suas obras, será consumida”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

66

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimado João Vitor de Souza Silva (Residencial das Flores – Anápolis-GO), Deus quer que trilhemos o caminho da luz… que nos leva ao céu… que abandonemos as trevas: “…que não entra no caminho dos malvados” (Sl 1, 1).

Leia atentamente: 2 Pedro 3, 11-13: “Se todo este mundo está fadado a desfazer-se assim, qual não deve ser a santidade do vosso viver e da vossa piedade, enquanto esperais e apressais a vinda do Dia de Deus, no qual os céus, ardendo em chamas, se dissolverão e os elementos, consumidos pelo fogo, se fundirão? O que nós esperamos, conforme a sua promessa, são novos céus e nova terra, onde habitará a justiça”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

67

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Maria Jardelina da Conceição (Residencial das Flores – Anápolis-GO), seja amiga somente das pessoas tementes a Deus: “… nem junto aos zombadores vai sentar-se” (Sl 1, 1).

Leia atentamente: 2 Pedro 3, 14-16: “Assim, visto que tendes esta esperança, esforçai-vos ardorosamente para que ele vos encontre em paz, vivendo uma vida sem mácula e irrepreensível. Considerai a longanimidade de nosso Senhor como a nossa salvação, conforme também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada. Isto mesmo faz ele em todas as suas cartas, ao falar nelas desse tema. É verdade que em suas cartas se encontram alguns pontos difíceis de entender, que os ignorantes e vacilantes torcem, como fazem com as demais Escrituras, para a sua própria perdição”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

68

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima Maria Cecília Oliveira dos Santos (Residencial das Flores – Anápolis-GO), feliz da pessoa que abandona as vaidades do mundo: “…mas encontra seu prazer na lei de Deus” (Sl 1, 2).

Leia atentamente: 2 Pedro 3, 17-18: “Vós, portanto, amados, sabendo-o de antemão, precavei-vos, para não suceder que, levados pelo engano desses ímpios, venhais a cair da vossa firmeza. Crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória agora e até o dia da eternidade! Amém”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

69

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimado Gustavo Henrique Jesus Lima (Residencial das Flores – Anápolis-GO), é grande sabedoria meditar sempre na Lei de Deus: “… e a medita, dia e noite, sem cessar” (Sl 1, 2).

Leia atentamente: 1 João 1, 1: “O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com nossos olhos, o que contemplamos, e o que nossas mãos apalparam do Verbo da vida”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

70

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezado Elismar Michael Miranda Siqueira (Residencial das Flores – Anápolis-GO), quem segue a Lei de Deus não desiste da batalha: “Eis que ele é semelhante a uma árvore que à beira da tormenta está plantada” (Sl 1, 3).

Leia atentamente: 1 João 1, 2-4: … porque a Vida manifestou-se: nós a vimos e lhes damos testemunho e vos anunciamos a Vida eterna, que estava voltada para o Pai e que nos apareceu — o que vimos e ouvimos vo-lo anunciamos para que estejais também em comunhão conosco. E a nossa comunhão é com o Pai e com o seu Filho Jesus Cristo. E isto vos escrevemos para que a nossa alegria seja completa”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

71

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssimo senhor Valdivino Almeida Soares (Residencial das Flores – Anápolis-GO), a pessoa que obedece a Lei de Deus dá muitos frutos: “… ela sempre dá seus frutos a seu tempo” (Sl 1, 3).

Leia atentamente: 1 João 1, 5-7: “Esta é a mensagem que ouvimos dele e vos anunciamos: Deus é Luz e nele não há treva alguma. Se dissermos que estamos em comunhão com ele e andamos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Mas se caminhamos na luz como ele está na luz, estamos em comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

72

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimado Lucas Artur Miranda Siqueira (Residencial das Flores – Anápolis-GO), quem segue o caminho da luz não desiste, mas permanece sempre saudável: “…jamais as suas folhas vão murchar” (Sl 1, 3).

Leia atentamente: 1 João 1, 8-10: “Se dissermos: ‘Não temos pecado’, enganamo-nos a nós mesmos e a verdade não está em nós. Se confessarmos nossos pecados, ele, que é fiel e justo, perdoará nossos pecados e nos purificará de toda injustiça. Se dissermos: ‘Não pecamos’, fazemos dele um mentiroso, e a sua palavra não está em nós”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

73

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Maria Aparecida Nunes da Cruz (Residencial das Flores – Anápolis-GO), Deus não abandona quem percorre o caminho do bem: “Eis que tudo o que ele faz vai prosperar” (Sl 1, 3).

Leia atentamente: 1 João 2, 1-2: “Meus filhinhos, isto vos escrevo para que não pequeis; mas, se alguém pecar, temos como advogado, junto do Pai, Jesus Cristo, o Justo. Ele é a vítima de expiação pelos nossos pecados. E não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

74

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssimo Paulo Cesar Miranda Siqueira (Residencial das Flores – Anápolis-GO), Deus não abençoa a vida do rebelde que persevera nas trevas: “…mas bem outra é a sorte dos perversos” (Sl 1, 4).

Leia atentamente: 1 João 2, 3-6: “E sabemos que o conhecemos por isto: se guardamos os seus mandamentos. Aquele que diz: ‘Eu o conheço’, mas não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e a verdade não está nele. Mas o que guarda a sua palavra, nesse, verdadeiramente, o amor de Deus é perfeito. Nisto reconhecemos que estamos nele. Aquele que diz que permanece nele deve também andar como ele andou”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

75

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimado João Miguel Silva Borges (Residencial das Flores – Anápolis-GO), aquele que caminha longe de Deus vive “mergulhado” na amargura: “… são iguais à palha seca” (Sl 1, 4).

Leia atentamente: 1 João 2, 7-8: “Caríssimos, não vos escrevo um mandamento novo, mas um mandamento antigo, que recebestes desde o início; este mandamento antigo é a palavra que ouvistes. E, no entanto, é um mandamento novo que vos escrevo — o que é verdadeiro nele e em vós —, pois que as trevas passam e já brilha a luz verdadeira”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

76

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Talia da Silva Lima (Residencial das Flores – Anápolis-GO), quem se revolta contra a Lei de Deus não possui segurança: “…espalhada e dispersada pelo vento” (Sl 1, 4).

Leia atentamente: 1 João 2, 9-11: “Aquele que diz que está na luz, mas odeia o seu irmão, está nas trevas até agora. O que ama o seu irmão permanece na luz, e nele não há ocasião de queda. Mas o que odeia o seu irmão está nas trevas; caminha nas trevas, e não sabe aonde vai, porque as trevas cegaram os seus olhos”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

77

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima Maria Luiza Oliveira dos Santos (Residencial das Flores – Anápolis-GO), os pecadores não permanecerão de pé no dia do Juízo: “…os ímpios não resistem no juízo” (Sl 1, 5).

Leia atentamente: 1 João 2, 12-13: “Eu vos escrevo, filhinhos, porque os vossos pecados foram perdoados por meio do seu nome. Eu vos escrevo, pais, porque conheceis aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevo, jovens, porque vencestes o Maligno”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

78

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada senhora Maria Selma de Jesus (Residencial das Flores – Anápolis-GO), quem ama a Deus é protegido por Ele: “Pois Deus vigia o caminho dos eleitos” (Sl 1, 6).

Leia atentamente: 1 João 2, 14: “Eu vos escrevi, filhinhos, porque conheceis o Pai. Eu vos escrevi, pais, porque conheceis aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, porque a Palavra de Deus permanece em vós, e porque vencestes o Maligno”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

79

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada Tainara da Silva Lima (Residencial das Flores – Anápolis-GO), aquele que percorre o caminho das trevas não se salvará: “…mas a estrada dos malvados leva à morte” (Sl 1, 6).

Leia atentamente: 1 João 2, 15-17: “Não ameis o mundo nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, não está nele o amor do Pai. Porque tudo o que há no mundo — a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e o orgulho da riqueza — não vem do Pai, mas do mundo. Ora, o mundo passa com suas concupiscências; mas o que faz a vontade de Deus permanece eternamente”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

80

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima senhora Damiana dos Santos Oliveira (Residencial das Flores – Anápolis-GO), é grande sabedoria desprezar o mundo para servir a Deus: “Com temor servi a Deus, rendei-lhe glória” (Sl 2, 11).

Leia atentamente: 1 João 2, 18: “Filhinhos, é chegada a última hora. Ouvistes dizer que o Anticristo deve vir; e já vieram muitos anticristos: daí reconhecemos que é chegada a última hora”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

81

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimado senhor Luiz Márcio da Silva Pereira (Residencial das Flores – Anápolis-GO), é preciso respeitar sempre a Deus: “… prestai-lhe homenagem com respeito!” (Sl 2, 11).

Leia atentamente: 1 João 2, 19: “Eles saíram de entre nós, mas não eram dos nossos. Se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco. Mas era preciso que se manifestasse que nem todos eram dos nossos”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

82

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Liduina da Rocha (Residencial das Flores – Anápolis-GO), Deus é bom, mas castiga quem abusa do seu amor: “Se o irritais, perecereis pelo caminho” (Sl 2, 12).

Leia atentamente: 1 João 2, 20-21: “Vós, porém, tendes recebido a unção que vem do Santo, e todos possuís a ciência. Eu não vos escrevi porque ignorais a verdade, mas porque a conheceis e porque toda mentira não procede da verdade”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

83

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssimo Maxwell da Rocha Pereira (Residencial das Flores – Anápolis-GO), é grande loucura abusar da misericórdia de Deus: “… pois depressa se acende a sua ira!” (Sl 2, 12).

Leia atentamente: 1 João 2, 22-24: “Quem é o mentiroso senão o que nega que Jesus é o Cristo? Eis o Anticristo, o que nega o Pai e o Filho. Todo aquele que nega o Filho também não possui o Pai. O que confessa o Filho também possui o Pai. Mas vós, procurai que permaneça em vós o que ouvistes desde o início. Se em vós permanece o que ouvistes desde o início, vós também permanecereis no Filho e no Pai”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

84

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimado senhor João Marcos Bicudo da Cruz (Residencial das Flores – Anápolis-GO), espere em Deus e Ele te ajudará… o Senhor é bom: “Felizes hão de ser todos aqueles que põem sua esperança no Senhor!” (Sl 2, 12).

Leia atentamente: 1 João 2, 25-26: “Esta é a promessa que ele mesmo vos fez: a vida eterna. Isto vos escrevi sobre aqueles que procuram vos desencaminhar”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

85

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada Kelly Rezende Pereira (Residencial das Flores – Anápolis-GO), peça a proteção de Deus nas horas difíceis: “Quão numerosos, ó Senhor, os que me atacam” (Sl 3, 2).

Leia atentamente: 1 João 2, 27: “Quanto a vós, a unção que recebestes dele permanece em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas como sua unção vos ensina tudo, e ela é verdadeira e não mentirosa, assim como ela vos ensinou, permanecei nele”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

86

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima Meuri da Rocha Rosa (Residencial das Flores – Anápolis-GO), não tenha medo dos perseguidores, porque Deus é mais forte do que eles: “… quanta gente se levanta contra mim!” (Sl 3, 2).

Leia atentamente: 1 João 2, 28-29: “Agora, pois, filhinhos, permanecei nele, para que, quando ele se manifestar, tenhamos plena confiança e não sejamos confundidos, por estarmos longe dele, na sua Vinda. Se sabeis que ele é justo, reconhecei que todo aquele que pratica a justiça nasceu dele”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

87

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada Jasmym da Rocha Pereira (Residencial das Flores – Anápolis-GO), não deixe de seguir a Deus por causa dos infiéis… daqueles que negam a existência de Deus: “Muitos dizem, comentando a meu respeito: ‘Ele não acha a salvação junto de Deus!’” (Sl 3, 3).

Leia atentamente: 1 João 3, 1: “Vede que prova de amor nos deu o Pai: sermos chamados filhos de Deus. E nós o somos! Se o mundo não nos conhece, é porque não o conheceu”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

88

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada senhora Giselma Maria da Silva (Residencial das Flores – Anápolis-GO), Deus protege um coração cheio de angústia: “Mas sois vós o meu escudo protetor” (Sl 3, 4).

Leia atentamente: 1 João 3, 2: “Caríssimos, desde já somos filhos de Deus, mas o que nós seremos ainda não se manifestou. Sabemos que por ocasião desta manifestação seremos semelhantes a ele, porque o veremos tal como ele é”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

89

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima senhora Maria Nelma Barbosa (Residencial das Flores – Anápolis-GO), Deus nos anima nas horas difíceis: “… a minha glória que levanta minha cabeça!” (Sl 3, 4).

Leia atentamente: 1 João 3, 3-5: “Todo o que nele tem esta esperança, purifica-se a si mesmo como também ele é puro. Todo o que comete pecado comete também a iniquidade, porque o pecado é a iniquidade. Mas sabeis que ele se manifestou para tirar os pecados e nele não há pecado”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

90

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada senhora Maria Aparecida dos Santos (Residencial das Flores – Anápolis-GO), nas horas difíceis é preciso olhar para o alto e pedir a proteção de Deus: “Quando eu chamei em alta voz pelo Senhor do Monte santo, ele me ouviu e respondeu” (Sl 3, 5).

Leia atentamente: 1 João 3, 6-7: “Todo aquele que permanece nele não peca. Todo aquele que peca não o viu nem o conheceu. Filhinhos, que ninguém vos desencaminhe. O que pratica a justiça é justo, assim como ele é justo”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

91

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezado senhor Ialmir Sebastião da Silva (Residencial das Flores – Anápolis-GO), quem vive unido a Deus repousa com segurança: “Eu me deito e adormeço bem tranquilo” (Sl 3, 6).

Leia atentamente: 1 João 3, 8-10: “Aquele que comete o pecado é do diabo, porque o diabo é pecador desde o princípio. Para isto é que o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do diabo. Todo aquele que nasceu de Deus não comete pecado, porque sua semente permanece nele; ele não pode pecar porque nasceu de Deus. Nisto se revelam os filhos de Deus e os filhos do diabo: todo o que não pratica a justiça não é de Deus, nem aquele que não ama o seu irmão”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

92

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Caríssima senhora Margarete de Souza (Residencial das Flores – Anápolis-GO), feliz da pessoa que se apoia no poder de Deus: “…acordo em paz, pois o Senhor é meu sustento”(Sl 3, 6).

Leia atentamente: 1 João 3, 11-12: “Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o início: que nos amemos uns aos outros, não como Caim, que, sendo do Maligno, matou o seu irmão. E por que o matou? Porque suas obras eram más, ao passo que as do seu irmão eram justas”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

93

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Estimada senhora Tamires de Souza Silva (Lagoa da Confusão - TO), quem caminha na presença de Deus enfrenta os obstáculos com valentia: “Não terei medo de milhares que me cerquem e furiosos se levantem contra mim” (Sl 3, 7).

Leia atentamente: 1 João 3, 13-17: “Não vos admireis, irmãos, se o mundo vos odeia. Nós sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Aquele que não ama permanece na morte. Todo aquele que odeia o seu irmão é homicida; e sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele. Nisto conhecemos o Amor: ele deu a sua vida por nós. E nós também devemos dar a nossa vida pelos irmãos. Se alguém, possuindo os bens deste mundo, vê o seu irmão na necessidade e lhe fecha o coração, como permanecerá nele o amor de Deus?”

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

94

 

Anápolis, 28 de outubro de 2018

 

Prezada Nicoly Maria (Lagoa da Confusão - TO), diante das provações é preciso pedir a proteção de Deus com humildade: “Levantai-vos, ó Senhor, vinde salvar-me!” (Sl 3, 7).

Leia atentamente: 1 João 3, 18-20: “Filhinhos, não amemos com palavras nem com a língua, mas com ações e em verdade. Nisto reconheceremos que somos da verdade, e diante dele tranquilizaremos o nosso coração, se o nosso coração nos acusa, porque Deus é maior que o nosso coração e conhece todas as coisas”.

 

Pe. Divino Antônio Lopes FP (C)

 

 

 

Agradecimento

Palestras

Fotos

Circular

– Cartas –

Lembrancinha